sábado, 19 de fevereiro de 2011

A transição entre o Absolutismo e o Iluminismo

O novo conteúdo de História trata do Iluminismo. Essa época foi iniciada depois do Absolutismo, ainda na Idade Moderna. Mas, por que ocorreu essa transição? Por que, depois de quatrocentos anos (aproximadamente) a população resolveu mudar? E quem eram os iluministas?

Essa é uma imagem muito conhecida da
época absolutista. Notem como o
rei demonstrava poder (e a riqueza)
 pelas vestes.

→ O absolutismo foi um período caracterizado pela grande centralização de poder que foi passada ao rei. Nessa época, o rei não preocupava-se com a população, e nem em como auxiliar as classes mais pobres. Em suma, ele preocupava-se com si mesmo, e não fazia nada para ajudar o povo. Neste período, não era possível ter uma mudança de poder. Por exemplo, burgueses não poderiam ser pobres de repente, pois sempre seriam burgueses; e camponeses, por exemplo, não poderiam tornar-se burgueses, pois sempre seriam camponeses.
E também, o rei não se preocupava nem um pouco em relação à educação de seu povo. Então, dessa forma, uma grande quantidade da população não estava alfabetizada (aproximadamente 90% dela). E o rei era considerado o próprio Deus na terra.
Além disso, quem o contradissesse iria para a masmorra.
→ A transição aconteceu quando alguns iluministas (uma pequena parte da população europeia), começaram a perceber que o rei não era o que parecia ser. Através de pestes e doenças que aconteciam na época, eles começaram a perceber que padres e até o próprio rei poderiam morrer. Portanto, isso significa que eles não tinham toda a proteção que sempre demonstraram ter. E, claro, que o rei não era um Deus na terra. E, começaram, naquele pequeno grupo, questionar sobre o poder do rei.
Voltarie, um grande iluminista da época
→ Os iluministas, então, passaram a pensar mais sobre o poder do rei. Questionaram sobre a educação, o próprio poder, sobre os escravos, e entre outros aspectos. Assim, tiveram a conclusão que todos tinham os mesmos direitos. E, portanto, significava que camponeses também tinham direito de estudar, assim como os burgueses sempre tiveram, e entre outras situações.
Eles começaram a questionar sobre o absolutismo em um pequeno grupo, mas depois as suas conclusões e decisões já haviam sido espalhadas em grande parte da Europa.
→ Além de diferenças (como puderam ser notadas no parágrafo sobre absolutismo e no parágrafo do iluminismo) existiam algumas semelhanças entre um pensamento e outro. Mas, antes de qualquer outro tipo de explicação, é bom que fique claro que na época dos iluministas também existiram reis. Ou seja, eles não criaram um outro tipo de poder. Eles apenas questionaram o poder e tentaram transformar alguns aspectos.
→ A principal diferença entre o absolutismo e o iluminismo foi que, quando começou o iluminismo, eles começaram a acreditar mais na razão. Anteriormente eles eram apenas "liderados" pela própria emoção. Assim, eles começaram a mudar a forma de lidar com as situações.

Bem, faremos novos resumos na próxima semana. Por enquanto, é basicamente isso que aconteceu em História. Até  ;)




2 comentários:

Depy Mais disse...

Muito Bom o assunto , bem resumido e de fácil entendimento , muito obrigado, vai me ajudar bastante.

ari oliveira de assis disse...

Ótimo está clara,e objetiva, entender o que è absolutismo e iluminismo,Muito

!!obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...